Área do Cliente

http://revistapegn.globo.com/Mulheres-empreendedoras/noticia/2014/05/4-dificuldades-no-dia-dia-das-mulheres-empreendedoras.html

Mulheres empreendedoras

4 dificuldades no dia a dia das mulheres empreendedoras

Em debate durante o Women’s Forum, fundadores de empresas revelam os desafios que as mulheres enfrentam nos negócios.

womens_forum

Da esquerda para direita: Edivan da Costa, Sônia Hess de Souza e Denise Damiani (Foto: Divulgacão)

Não há dúvida de que a presença das mulheres nos negócios está aumentando. No Brasil, elas estão à frente de 52% dos novos negócios, que têm entre 0 e 3 anos, de acordo com dados da última pesquisa Global Entrepreneurship Monitor, divulgado este ano. Mas se elas têm se mostrado mais presentes nos negócios, começam também a enfrentar os problemas características do meio.

Este tema fez parte da mesa de discussão Pessoas, gestão e governança: o suporte que você precisa para ir além, realizada durante o Women’s Forum, que ocorre hoje e amanhã (26 e 27/05), em São Paulo. Para Sônia Hess de Souza, presidente da Dudalina, Denise Damiani, fundadora da Denise Damiani Consultoria, e Edivan Pereira da Costa, CEO da assessoria e consultoria empresarial SEDI, as empreendedoras tendem a encontrar dificuldades específicas. Veja abaixo os quatro principais pontos listados por eles durante a discussão:

Medo
“Mulheres sentem medo porque acham que não têm dinheiro, não são capazes ou não acreditam que suas ideias podem dar certo”, diz Denise. Assim que os primeiros obstáculos são superados, o medo ainda volta em outras formas. Quando atingem patamares mais altos, algumas mulheres se podam por acreditar que poderiam estar mais presentes em suas famílias, por exemplo. Para combater os temores, empreendedoras precisam enxergar seus objetivos com clareza.

Culpa
“Minha mãe era uma empreendedora com 16 filhos e nunca se culpou,” afirma Sonia. Para a presidente da marca de camisas Dudalina, as mulheres se cobram demais e se culpam tanto no sucesso quanto no fracasso. Ao se tornar bem-sucedidas, muitas empreendedoras questionam se foram verdadeiramente capazes de suas conquistas. Segundo Sonia, “o mundo dos negócios ainda cheira a testosterona” e para entrar nele, mulheres precisam ser corajosas e saber valorizar suas qualidades.

Impressões erradas
Em geral, o empreendedorismo é visto como uma solução para o trabalho chato e longo em grandes organizações. Para algumas mulheres, os negócios ainda apresentam a oportunidade de passar mais tempo com a família. Ao ser dona de sua empresa, os horários poderão ser mais flexíveis. No entanto, a quantidade de trabalho pode ser igual ou maior do que as responsabilidades em empregos tradicionais.

Tomada de decisões difíceis
“Como homem, percebo mulheres no mundo dos negócios que não definem um processo para tomar decisões complicadas”, diz Costa. Por serem múltiplas, empreendedoras encontram obstáculos na hora de se concentrar e resolver uma única questão. A habilidade de cuidar de todos é comum entre as mulheres e deve ser cultivada. Mas é preciso traçar uma estratégia clara e eficiente em situações problemáticas. “Muitas vezes é apenas preciso tomar decisões”, afirma o CEO.

http://revistapegn.globo.com/Mulheres-empreendedoras/noticia/2014/05/4-dificuldades-no-dia-dia-das-mulheres-empreendedoras.html