Área do Cliente

MAIS UMA PORTA ESTA SE ABRINDO…

MAIS UM ANO ESTA CHEGANDO…….

E EM 2014 DESEJAMOS QUE VOCÊ SEJA OTIMISTA,
PERSEVERANTE,
ACREDITE MAIS EM SI,
LUTE COM DETERMINAÇÃO,
COMEMORE CADA MÍNIMA VITORIA,
FAÇA DIFERENTE,
OUSE, CRIE, INVENTE, MUDE!!

REESCREVA SUA HISTORIA,
FAÇA DA SUA VIDA UMA VIDA NOVA!!!

ACREDITE!!!
SÓ VOCÊ PODE, DE FATO, TRANSFORMAR SEU MUNDO….

CONFIE MAIS NA SUA CAPACIDADE, DEIXE DE LADO AS QUEIXAS E FRUSTRAÇÕES
PERDOE-SE PELOS ERROS, ENFRENTE SEUS MEDOS
E FAÇA O MELHOR POR VOCÊ!!!

DESEJAMOS QUE VOCÊ CONSTRUA SUA FELICIDADE
E TENHA UM EXCELENTE NATAL
E UM CONFIANTE ANO NOVO!!!

SÃO OS MAIS SINCEROS VOTOS DA EQUIPE BREAK SOFT

Vírus de computador se comunica por alto-falantes?

Dragos Ruiu é um pesquisador de segurança de computadores renomado e respeitado.
Por isso ele está sendo levado a sério ao fazer uma denúncia que pode mudar a forma como a segurança dos computadores é vista.
Segundo Ruiu, tudo indica que seus laptops estão infectados por um malware que se comunica pelos alto-falantes e microfones.
Vírus por áudio
A suspeita surgiu quando o pesquisador iniciou a instalação de uma nova versão do OS X da Apple em seu MacBook – o laptop começou a atualizar também o BIOS por conta própria.
Ruiu vem testando os computadores há três anos. E, desde então, documentou vários comportamentos estranhos dos notebooks, que ocorrem mesmo quando cabos de rede, Wi-Fi e Bluetooth estão desligados.
E tudo vem acompanhado de um som emitido pelos alto-falantes.
O pesquisador agora acredita realmente que há vírus desconhecidos escondidos em suas máquinas que estão sendo controlados por meio de sinais de ultra-som transmitidos de um computador infectado para outro.
A alegação lançou uma nova nuvem de preocupações no mundo da segurança da informação, já que um vírus capaz de se comunicar pelo ar, sem necessitar de conexões de rede, seria uma ameaça muito mais dramática do que os casos mais recentes dos vírus de estado, como o StuxNet e o Flame.
badBIOS
Alguns especialistas ainda duvidam dessa porta dos fundos sônica, mas a maioria diz que um malware baseado em áudio é uma possibilidade real.
Ruiu afirma que os computadores comunicam-se sozinhos por um som de alta frequência sendo transmitido pelos alto-falantes e captado pelos microfones dos computadores próximos.
Segundo ele, as emissões de ultra-som cessam tão logo o microfone do computador de recepção é desativado, o que mostra que o vírus teria “inteligência” suficiente para não ficar falando sozinho, ou apitando sem necessidade, o que poderia facilitar sua descoberta.
Ruiu afirma que os computadores comunicam-se sozinhos por um som de alta frequência sendo transmitido pelos alto-falantes e captado pelos microfones dos computadores próximos. [Imagem: Dragos Ruiu]
“Nós gravamos os sinais de áudio de alta frequência entre nossos computadores e vimos os computadores misteriosamente mudarem sua configuração mesmo quando não tinham conexões de rede, Wi-Fi ou cartões Bluetooth,” disse Ruiu. “E eles estavam funcionando com as baterias, para que não estivessem recebendo qualquer coisa pelas linhas de energia.”
Ruiu batizou o malware de “badBIOS” e acredita que o programa é instalado no computador e permanece dormente até ser ativado por um sinal sonoro.
“Isso tudo é conjectura até que uma análise forense encontre algo,” admite ele.
Vírus à distância
Até hoje se considerava que computadores funcionando lado a lado, sem conexões de rede, eram uma forma super-segura de trabalhar em qualquer lugar.
Se Ruiu estiver certo, esse “isolamento pelo ar” não é mais garantia de nada, já que os vírus poderiam literalmente conversar entre si à distância.